Proposta do XVIII Congresso Eucarístico Nacional é apresentada aos bispos

CNBB | Sábado, 04 Maio 2019 13:49
Proposta do XVIII Congresso Eucarístico Nacional é apresentada aos bispos CNBB

O arcebispo de Olinda e Recife (PE), dom Antônio Fernando Saburido, apresentou aos bispos na 57ª Assembleia Geral da CNBB, as novidades do XVIII Congresso Eucarístico Nacional (CEN), que acontecerá de 12 a 15 de novembro de 2020. O local escolhido remete ao sétimo congresso eucarístico, realizado em 1939, quando a capital pernambucana sediou pela primeira vez o evento. Foram apresentados o hino, a oração e a logomarca do CEN 2020.

Dom Fernando exortou todos a fazerem da comunhão um sacramento verdadeiro e eficaz de partilha. “O desafio é fazer com que o tema do Congresso não fique restrito na formulação simpática, mas se traduza realmente  em solidariedade e ajude a retomar a Eucaristia como fonte e estímulo à verdadeira partilha do pão, como a chamava o livro dos Atos dos Apóstolos”, disse. O metropolita salientou ainda a especial relação de carinho que dom Helder Câmara possuía pela Eucaristia: “Ele nunca aceitou separar Eucaristia da preocupação com a justiça social”, acrescentou.

O XVIII Congresso Eucarístico Nacional terá como tema “Pão em todas as mesas”, escolhido por inspiração no contraste social vivenciado no Nordeste e em especial, no Recife. O lema do Congresso é “Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles”.

Materiais

O hino do XVIII CEN foi criado pelo padre Josenildo Nunes, da diocese de Afogados da Ingazeira (PE). Já a logomarca, é de autoria das religiosas Pias Discípulas do Divino Mestre. A oração oficial foi elaborada pela comissão de Liturgia da arquidiocese de Olinda e Recife e consiste em instrumento de intercessão pelo êxito do Congresso, a ser rezada durante os dois anos que antecedem o evento.

A logomarca possui como elementos o Pão e o vinho, a comunidade em torno da mesa, a água do batismo e as pontes do Recife. “É uma síntese de tudo aquilo que o Congresso Eucarístico vem nos transmitir. Ela traz como seu ponto central a Eucaristia, que nos alimenta, que é pão partido e partilhado na vida do povo, no mundo, inserido em uma sociedade, em um meio que traz tão marcado por conflitos e situações diversas”, explicou irmã Paula Souza.

Preparação

O secretário geral do XVIII Congresso Eucarístico Nacional, monsenhor José Albérico Bezerra, adianta que foram agendadas solenidades na data de 12 de novembro nos anos de 2018 e 2019 para justamente reforçar na memória dos fiéis a data da realização do evento. Segundo ele, agora é hora de “entrar em campo convidando o Brasil inteiro para participar do Congresso”.

A programação que tem sido preparada por todo o regional Nordeste 2 da CNBB promete “intensa atividade religiosa e litúrgica”. A abertura do Congresso será na Arena de Pernambuco, haverá a celebração da Primeira Comunhão Eucarística para crianças e adolescentes de todos os colégios e paróquias, também no estádio de futebol. Ocorrerão celebrações eucarísticas simultâneas presididas por bispos e arcebispos em todas as paróquias, basílicas e santuários no território da arquidiocese, Simpósios, exposição e feiras. O encerramento será na Praça do Marco Zero.

Confira a letra do Hino e a oração abaixo:

ORAÇÃO PARA O XVIII CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL

Ó Salvador do Mundo,
no deserto, Deus Pai alimentou o povo com o maná
e preparou na sua bondade uma mesa para o pobre.

Fazei que, neste Congresso Eucarístico Nacional,
ao celebrarmos o mistério da Palavra
que se fez carne e Pão da vida,
vivamos em vós a comunhão
e a partilha de nosso pão de cada dia,
para que não haja necessitados entre nós.

Vós, cheio de compaixão, tomastes o pão,
destes graças e o distribuístes à multidão com fome.
E, para permanecer entre nós o sacrifício da Nova Aliança,
na última ceia, mandastes que o celebremos em memória de vós.

Concedei-nos que, ao participar
do banquete do vosso Corpo e do vosso Sangue
e adorando vossa presença na Eucaristia,
continueis a vossa ação, em nós e através de nós,
para que haja pão em todas as mesas.

À luz do Espírito Santo, pelo qual realizais hoje
o memorial da vossa Páscoa na Igreja,
façamos a opção evangélica pelos pobres,
como consequência da fé
que age pela caridade,
e saiamos, com a Virgem Maria,
proclamando que Deus saciou de bens os famintos,
oferecendo a todos a vossa vida,
pelo anúncio alegre do Evangelho. Amém.

 

HINO DO XVIII CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL

Arquidiocese de Olinda e Recife
12 a 15 de novembro de 2020

Marcha rancho ou frevo canção    L. e M.: Pe. Josenildo Nunes de Oliveira

Refr.: Na Terra dos Altos Coqueiros,
canta, meu povo, que é festa!
E o pão em todas as mesas
a comunhão manifesta.

O Senhor para o povo prepara
um banquete de fina iguaria.
Quando há sobre a mesa fartura,
resplandece, resplandece a Eucaristia.

Somos Jerusalém acolhendo
eternal “Dom da paz” – profecia.
Na partilha seremos p’ra o mundo
estandarte, estandarte da Eucaristia.

Estaremos perante o Cordeiro!
Plenamente virá este dia:
a comermos do Pão celestial
junto à mesa, junto à mesa da Eucaristia.

Brotou veio de sangue na cruz:
remissão para nós! Quem diria
que no sangue do irmão derramado
se realiza, se realiza a Eucaristia?

Os cristãos terão tudo em comum,
partilhando em plena alegria.
O Senhor confirmando a Igreja:
templo vivo, templo vivo da Eucaristia.

Jogaremos na terra as sementes
da Palavra, da sabedoria.
E seremos Igreja em saída
pelo amor aos irmãos, pela Eucaristia.