Este é o dia que o Senhor fez para nós

 

Dom Luiz A. Guedes | Quinta, 11 Abril 2019 09:38
Este é o dia que o Senhor fez para nós Comunicação Diocesana

Páscoa da Ressurreição: vitória de Jesus sobre o pecado, a escravidão e a morte. Páscoa batismal: nossa participação na vitória de Jesus. Com Ele morremos para ao pecado. Com Ele ressuscitamos para uma vida nova.

Em cada Páscoa anual, mas, também, em cada Páscoa semanal e cotidiana, isto é, na Eucaristia, somos conduzidos às raízes da Nova Aliança para aí recebermos os frutos da entrega amorosa de Jesus ao Pai em favor de toda a humanidade.

A oferta de Jesus não ficou no passado. Foi assumida no eterno de Deus e atinge eficazmente todo ser humano que se abre para acolhê-la em qualquer tempo e lugar.

A vitória de Jesus nos atingiu primeiramente no Batismo, fazendo de nós membros do Povo de Deus. Atua, também, através dos demais sacramentos. E brilha especialmente na santa Eucaristia, Memorial de Sua Paixão, Morte e Ressurreição. São dons de Deus não só para nós. São dons para todos com quem convivemos e para a humanidade, pois visam fazer de nós instrumentos da paz de Deus.

Celebrar a memória de Jesus é muito mais do que recordar o que Ele fez, embora isto também seja importante. Celebrar o memorial é deixar-se envolver pelo mistério de amor que impulsionou Jesus até o ato supremo da entrega de sua vida. É apaixonar-se pelo que Ele se apaixonou, lutar pelo que Ele lutou, defender as mesmas causas que Ele defendeu, estar onde ele sempre esteve, acolher quem Ele acolheu, amar quem Ele amou e do jeito que ele amou. São Paulo Apóstolo nos convida: “tenham em vocês os mesmos sentimentos que havia em Jesus Cristo”. (Filipenses 2,5).

A Páscoa restaura, renova, fortalece, dinamiza, impulsiona a nossa vida batismal, sanando o que nela foi prejudicado pelas nossas   vacilações, desistências, fracassos e quedas do dia a dia. Ela é uma oportunidade de recomeçar. Ouvi de um pregador: “Nós podemos ser fiéis, não por nunca fracassarmos, mas porque Deus é fiel a nós. E quando nós fracassamos e pecamos, podemos recomeçar porque o seu olhar de amor permanece voltado para nós”.  O segredo da vitória final é recomeçar sempre. Para isso é preciso confiar em Deus e abrir-se para Ele.

Este é o dia que o Senhor fez para nós. Alegremo-nos e Nele exultemos!

Desejo a todos os queridos diocesanos uma Páscoa de verdadeira e transformadora renovação para se tornarem, cada dia mais, pessoas plenas de vida, conforme o desígnio amoroso de Deus. Feliz Páscoa!