fbpx

Pastoral da Ecologia do Regional Sul 1 promoveu série de atividades para marcar o Dia Mundial da Água

Na foto, live transmitida pelos canais do Regional Sul 1 sobre o debate do documentário “De onde vem a água?”, com a participação do diretor Caio Silva Ferraz e das lideranças guarani Wera Mirim e Kuaray Mirim, da Terra Indígena Guavitary, da cidade de Iguape.  

CNBB Sul 1 | Quarta, 07 Abril 2021 11:33
Pastoral da Ecologia do Regional Sul 1 promoveu série de atividades para marcar o Dia Mundial da Água

Na semana do Dia Mundial da Água, celebrado no dia 22 de março, a Pastoral da Ecologia Integral do Regional Sul 1 da CNBB realizou uma série de atividades reflexivas sobre o tema.

Inspirados pelo Ano Laudato Si‘, em que o Papa Francisco convoca toda a sociedade a uma discussão global sobre o Cuidado da Casa Comum, a temática “Água” é uma questão que merece ser debatida, já que ocupa parte especial de sua encíclica (LS, nn. 27-31). Nestas discussões locais destaca-se a valorização das nascentes, córregos e rios em todo a área geográfica abrangida pelo Regional Sul 1.

No dia 24 de março, o Professor Dr. Arlindo Rodrigues introduziu a discussão com a palestra “Uma ponte chamada rios aéreos” (https://youtu.be/JKYr0futMDs). E no dia 25 de março, o Professor Dr. Wilson Cabral mediou a reflexão com a indagação “Você conhece a água que bebe?” (https://youtu.be/-Rpw2lcFfUc). Ambas as palestras abordaram o respeito dos ciclos da água e os desafios enfrentados para que se continue abastecendo, sobretudo as cidades, de água potável.

Concluindo a semana, no dia 26 de março, foi transmitido pelos canais do Regional Sul 1 (https://youtu.be/Fatgnge4Fso) o debate sobre o documentário “De onde vem a água?”. Caio Silva Ferraz, diretor do filme, e as lideranças indígenas: Wera Mirim e Kuaray Mirim, da TI Guaviraty, com residência em Iguape (SP), foram os convidados para a mesa de discussões. Nesta atividade, as lideranças e o documentarista reforçaram a água como símbolo do Sagrado e os desafios a serem enfrentados para a sua preservação.

A Pastoral da Ecologia Integral deste Regional, por acreditar no compromisso e desafio do debate sobre a água, ainda trabalhará a temática ao longo dos próximos anos, tendo o tema como fonte inspirador de atividades dos núcleos da pastoral ecológica nas bases e nas dioceses de todo o estado. Desta forma, a pastoral convida os interessados a seguirem as atividades pelas redes sociais e acompanharem o trabalho desenvolvido no site https://cnbbsul1.org.br/pastoral-da-ecologia-integral/ e no Instagram @ecologiaintegralsul1.