fbpx

Pastoral da Educação promove congresso online para diálogos e reflexões no ensino em tempos de pandemia e pós-pandemia

Visando integrar toda esta área de conhecimento e promover diálogos e reflexões no ensino em tempos de pandemia e pós-pandemia, a Pastoral da Educação e do Ensino Religioso da Diocese de Campo Limpo realizou nos dias 10 e 11 de julho o 1º Congresso Online.

Redação | Sexta, 16 Julho 2021 14:35
Pastoral da Educação promove congresso online para diálogos e reflexões no ensino em tempos de pandemia e pós-pandemia Divulgação

Nos dias 10 e 11 de Julho a Pastoral da Educação e Ensino Religioso realizou pela primeira vez um congresso totalmente online.  Com participação de grandes nomes da educação e do Bispo referencial, Dom Carlos Lema Garcia, professores, pais e interessados no assunto participaram e interagiram enviando perguntas e depoimentos.

Nas temáticas: Educação de valores | preconceito; Competência Emocional dos Educadores e Educando na pandemia; Educação e Tecnologia; Ensino Religioso Confessional; Educação Católica e Ensino Inter Religioso.

O congresso começou falando de valores e preconceitos na educação, “Uma educação direcionada, com o apoio de uma metodologia coerente, tende a mudar o cérebro e é isso que faz e fará com que o preconceito seja derrubado”, pontuou padre Ezaques convidado para o tema. No segundo momento, o psicoterapeuta Thiago Tomas ensinou educandos e educadores a viver a Competência Emocional na Pandemia e no encerramento do primeiro dia, a professora Angélica Monza, responsável por uma escola confessional, falou sobre Educação e tecnologia.

O segundo dia do congresso começou com a participação de Dom Carlos Lema Garcia, Vigário Episcopal do Vicariato para a Educação e a Universidade, que explicou sobre o ensino Religioso Confessional e sobre o que a educação pode fazer pelo país e pelo mundo ao responder uma pergunta do chat: “Investindo em educação, estamos mudando a nossa sociedade, transformando o nosso País, crescendo em qualidade de vida e de futuro”. Dom Lema lembrou ainda que o Ensino Religioso precisa ser optativo: Na época das matrículas nas Escolas Públicas Estaduais e Municipais, os pais precisam lembrar de fazer o opção pelo Ensino Religioso Escolar. Isto é um direito dos alunos, em busca de uma formação completa e de melhor qualidade e é um dever do Governo do Estado e dos Municípios. A garantia deste Ensino Religioso depende da opção feita anualmente pelos pais.”

No segundo momento as palestras do professor Felipe Neri e do professor Paulo Raphael, sobre Educação católica e Ensino Religioso, nesta ordem, foram reflexões oportunas para que os educadores (cristãos ou não) aprofundem o significado dos valores, a importância da missão e os princípios fundamentais da Educação Cristã Católica. 

Participaram também do encontro membros da Pastoral da Educação e Ensino Religioso das dioceses de Santos, Bauru, Osasco, São Miguel e Santo Amaro.

O encerramento aconteceu com a Santa Missa celebrada às 19 horas pelo Bispo Diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, que além de ressaltar o valor da educação falou da importância de entender o educar como um ato de fé: “Ensinar é semear o novo na mente humana, neste sentido educar está ligado a esperança, esperança essa que todos nós precisamos cultivar para fazer não só um futuro melhor, mas a educação no nosso dia a dia”.

Padre Cesar Rossi, Assessor Diocesano da Pastoral da Educação e Ensino Religioso, que concelebrou a missa de encerramento, aproveitou o momento de ação de graças para agradecer os coordenadores da pastoral e todos os envolvidos para que o congresso fosse possível.

A iniciativa deu tão certo que o Regional do Sul 1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) já estuda realizar um congresso no mesmo formato ainda este ano.

Você pode rever todas as palestras na playlist do Congresso no nosso canal do YouTube  clique aqui

6
8
9
7
5
4
3
2
1
6 8 9 7 5 4 3 2 1